Prefiro a misericórdia à “lamúria”

Prefiro a misericórdia à “lamúria”

Informações

Publicação Original: Momentos (LG Portugal; Filme de Nuno Rocha)
Ano de Lançamento: 2010
Duração: 7:20 min

Comentário

Na minha imaginação coloco Jesus a dizer aos seus ouvintes: “prefiro a misericórdia à lamúria”. E não me é difícil fazer este exercício imaginativo por causa das minhas próprias lamúrias, mascaradas de oração e zelo, ao bom jeito farisaico como aqueles para quem Jesus falava.

A vida e a felicidade são tecidas de momentos sublimes dotados de uma força transformadora, sobretudo quando partilhados. Não os prendemos no “aqui e agora” mas no coração e na memória, como reservatórios de esperança. Querer prender esses momentos é perdê-los; partilhar esses momentos é eternizá-los.

No tempo da quaresma é importante ir ao deserto para assumir a minha história e a minha missão. Caso contrário será a tentação da lamúria porque as relações que me surgem não são as que quero, por causa das relações que perdi e passaram. Olho para mim e não me re-conheço. Como é que vim aqui parar?

A misericórdia será também deixar-me re-encontrar, abraçar, restaurar. E deixar de fugir…

Posso (e podes!) ler a mensagem para a quaresma do Papa Francisco, escolher uma obra de misericórdia espiritual e outra corporal para pôr em prática em cada semana, melhorar a tua oração e as tuas relações. Procura os sacramentos da Eucaristia e da reconciliação.

Não andes a deambular pelo deserto e pela vida. Deixa a lamúria e prefere a misericórdia.

 

(Mensagem do Papa Francisco para a quaresma 2016:

http://w2.vatican.va/content/francesco/pt/messages/lent/documents/papa-francesco_20151004_messaggio-quaresima2016.html

Vídeo