O batismo de Jesus

O batismo de Jesus

Do Evangelho de S. Lucas (Lc 3, 15-16.21-22)
«Naquele tempo, o povo estava na expectativa e todos pensavam em seus corações se João não seria o Messias. João tomou a palavra e disse-lhes: «Eu batizo-vos com água, mas está a chegar quem é mais forte do que eu, e eu não sou digno de desatar as correias das suas sandálias. Ele batizar-vos-á com o Espírito Santo e com o fogo». Quando todo o povo recebeu o batismo, Jesus também foi batizado; e, enquanto orava, o céu abriu-se e o Espírito Santo desceu sobre Ele em forma corporal, como uma pomba. E do céu fez-se ouvir uma voz: «Tu és o meu Filho muito amado: em Ti pus toda a minha complacência».

No Advento, pudémos rezar A Promessa do Batismo no Espírito Santo onde João Baptista anunciava que estava para chegar Aquele que era mais forte do que ele, de quem não era digno de desatar as sandálias, Aquele que haveria de batizar com o Espírito Santo e com o fogo. Eis que chegou! Fez-se Menino e veio habitar nos nossos corações neste tempo de Natal! Agora que o tempo natalício chegou ao fim, estamos preparados para encontrar Jesus na agitação do dia-a-dia? No meio da confusão dos exames da faculdade? No re-início do período escolar? Ou mesmo junto dos nossos colegas de trabalho?

Ele chegou e veio ser batizado, como escutámos no Evangelho do último Domingo, e veio para nos batizar, para nos lembrar do quanto, cada um de nós, também é este filho muito amado pelo Pai. O Batismo não é só um sacramento, é o Sacramento que nos torna filhos de Deus, que nos faz pertencer à família de Deus, nação Santa. Como temos tornado, o Baptismo, efectivo no nosso quotidiano? Como fazemos eco deste Sacramento juntos dos nossos irmãos?

Que, neste tempo de redescoberta do nosso Batismo, possamos ouvir esta voz de Deus que ressoa, que nos lembra deste Amor imenso para o qual renascemos pela força do Espírito Santo.