Semana de Oração pelas Vocações

Semana de Oração pelas Vocações

Esta semana o Post-it propõe-te que rezes diariamente pela semana das vocações que terá início no próximo domingo, dia 10 de abril.

Diário Vocacional

diário vocacional que aqui se propõe pretende ser uma forma simples de valorizarmos esta Semana de Oração pelas Vocações dedicando uns minutos do nosso dia a esta intenção

Domingo | dia 10

Texto bíblico

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João

Jesus perguntou a Simão Pedro pela terceira vez: «Simão, filho de João, tu amas-Me?» Pedro entristeceu-se por Jesus lhe ter perguntado pela terceira vez se O amava e respondeu-Lhe: «Senhor, Tu sabes tudo, bem sabes que Te amo». Disse-lhe Jesus: «Apascenta as minhas ovelhas. Quando eras mais novo, tu mesmo te cingias e andavas por onde querias; mas quando fores mais velho, estenderás a mão e outro te cingirá e te levará para onde não queres». Jesus disse isto para indicar o género de morte com que Pedro havia de dar glória a Deus. Dito isto, acrescentou: «Segue-Me».

Mensagem do Papa

Diz-nos o Papa Francisco na Mensagem para o Dia Mundial de Oração pelas Vocações:

A acção misericordiosa do Senhor perdoa os nossos pecados e abre-nos a uma vida nova que se concretiza na chamada ao discipulado e à missão. Toda a vocação na Igreja tem a sua origem no olhar compassivo de Jesus.

Reflexão

Hoje, é a mim que jesus pergunta: “Tu amas-me?” e desafia: Segue-me! Jesus não nos pede muito,apenas amar e servir ao seu jeito, todos os que se cruzam no meu caminho.

Oração

Ajuda-me Senhor a tomar consciência que também eu sou chamado a uma missão na Igreja, uma missão que me desafia a um caminho de amor total e doação de vida.

Segunda feira| dia 11

Texto bíblico

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas

Certo dia, Jesus estava na margem do lago de Genesaré. A multidão apertava-se ao Seu redor para ouvir a palavra de Deus (…) Subindo para uma das barcas, que era de Simão, pediu que se afastasse um pouco da margem. Depois sentou-Se e, da barca, ensinava as multidões. Quando acabou de falar, disse a Simão:

«Avança para águas mais profundas e lança as redes para a pesca».

Simão respondeu: «Mestre, tentámos a noite inteira e não pescámos nada. Mas, em atenção à tua palavra, vou lançar as redes».

Assim fizeram, e apanharam tamanha quantidades de peixes que as redes se rompiam. (…)  Ao ver isto, Simão Pedro atirou-se aos pés de Jesus, dizendo: «Senhor, afasta-Te de mim, porque sou um pecador!

 É que o espanto tinha tomado conta de Simão e de todos os seus companheiros, por causa da pesca que acabavam de fazer. (…)

Jesus disse a Simão: «Não tenhas receio! De hoje em diante serás pescador de homens».

Mensagem do Papa

Toda a vocação na Igreja, tem a sua origem no olhar compassivo de Jesus. Desde o despertar duma vocação, é necessário um justo «sentido» de Igreja. Ninguém é chamado exclusivamente para uma determinada região, nem para um grupo ou movimento eclesial, mas para a Igreja e para o mundo. «Um sinal claro da autenticidade dum carisma é a sua eclesialidade, a sua capacidade de se integrar harmoniosamente na vida do povo santo de Deus para o bem de todos» (Ibid., 130) Mensagem do Papa Francisco  para o 53º dia mundial pelas vocações. (17 de Abril de 2016 – IVDomingo da páscoa)

Reflexão

A multidão lá está, para ouvir a palavra de Deus. Mas, o olhar de Jesus é de grande alcance. – Vê as duas barcas paradas, e os pescadores estão na faina, a lavar as redes. Provavelmente, estão desencantados com o insucesso do trabalho. Jesus entra na barca de Pedro, e dá-se o momento da proximidade, não entra como um curioso, mas para o desafiar avançar, para águas mais profundas; para o incentivar, a rasgar horizontes.

 Surge a lamentação: “Senhor trabalhamos toda a noite…”

Mas, em atenção à Tua Palavra, lançarei as redes!

O cenário muda: – Pesca  abundante, barcas cheias, e uma  exclamação de Fé!

“Senhor afasta-Te de mim, que sou um homem pecador”

Neste laborioso, contexto de pescadores, surge a prefiguração, das duas barcas de Pedro:

– A barca da pesca abundante, nas profundidade das águas e a barca da Igreja, na qual Pedro assume a missão, “pescador de homens”. e Cristo lá está, para a sustentar,  abençoar, e dilatar, fazendo eco das Suas palavras: “Eu estarei convosco até ao fim do mundo”. Mt. 28,20

Oração

Senhor da messe, e Pastor do rebanho, suscitai nas famílias ardoroso desejo de vida cristã. Despertai nas paroquias, e seus presbíteros zelo, empenho e dedicação, por todos os jovens, que sentem palpitar no seu coração, o toque do chamamento Divino, para o Sacramento  do matrimónio,  para o ministério sacerdotal, para  a vida consagrada, ou para a vida laical. Brilhe nas nossas comunidades, uma  nova primavera vocações, seu aumento e eficácia em toda a Igreja.

Te pedimos, Senhor Jesus, que a força dinamizadora do Espírito Santo, e a proteção de Maria nossa Mãe, sustente nas nossas comunidades o apostolado dos leigos, o ministério dos sacerdotes e o testemunho dos religiosos. Ámen

Terça feira | dia 12

Texto bíblico

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas

“Naquele tempo, designou o Senhor setenta e dois discípulos e enviou-os dois a dois à sua frente, a todas as cidades e aldeias aonde Ele havia de ir. E disse-lhes: “A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos. Pedi pois ao dono de seara que mande trabalhadores para a sua seara. Ide: E vos envio como cordeiros para o meio de lobos. Não leveis bolça nem alforge nem sandálias pelo caminho.”

Mensagem do Papa

“A chamada, de Deus acontece através da mediação comunitária. Deus chama-nos a fazer parte da Igreja, depois de um certo amadurecimento nela, dá-nos uma vocação específica. O caminho vocacional é feito juntamente com os irmãos e as irmãs que o Senhor nos dá: É uma com- vocação. O dinamismo eclesial da vocação é um antídoto contra a diferença e o individualismo. Estabelece aquela comunhão onde a indiferença foi vencida pelo amor, porque exige que saiamos de nós mesmos, colocando a nossa existência ao serviço do desígnio de Deus e assumindo a situação histórica do seu povo santo.”

Reflexão

O desejo do Papa nesta mensagem é um convite a ser testemunha da esperança, a termos um caminho vocacional sério e sermos instrumentos da sua misericórdia com todos os que nos rodeiam. A chamada de Deus é um caminho permanente. É um convite a deixar tudo, como os discípulos.

Oração

Senhor, envia operários para a tua messe!

Peçamos ao Senhor que conceda a todas as pessoas que estão a realizar um caminho, vocacional, uma profunda adesão á Igreja; e que o Espirito Santo as mantenhas sempre fieis ao projeto que abraçaram.

Quarta feira | dia 13

Texto bíblico

Leitura dos Actos dos Apóstolos

Naquele dia, levantou-se uma grande perseguição contra a Igreja de Jerusalém e todos, à exceção dos Apóstolos, se dispersaram pelas terras da Judeia e da Samaria. Alguns homens piedosos sepultaram Estêvão e fizeram grandes lamentações por ele. Entretanto, os irmãos dispersos andaram de terra em terra, a anunciar a palavra do Evangelho. As multidões aderiam unanimemente às palavras de Filipe, porque ouviam falar dos milagres que fazia e também os viam.

Mensagem do Papa

Diz-nos o Papa Francisco na Mensagem para o Dia Mundial de Oração pelas Vocações:

Os missionários são acompanhados e sustentados pela comunidade cristã, que permanece uma referência vital, como a pátria visível onde encontram segurança aqueles que realizam a peregrinação para a vida eterna.

Reflexão

Os apóstolos mantinham a sua firmeza na fé, sentindo o carinho, o apoio, o entusiasmo e a oração da comunidade. Por sua vez, as comunidades, recebiam dos apóstolos a graça que provinha do seu ministério. Só escuta o chamamento e se mantém firme na sua vocação, quem sente o carinho de uma comunidade que acarinha e sustenta as várias vocações.

Oração

Fortalece, Senhor, todos os missionários. Dá à nossa comunidade o sentido de responsabilidade por sustentar e animar quem se sente chamado a seguir-te numa vocação de consagração.

Quinta feira | dia 14

Texto bíblico

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João

Naquele tempo, disse Jesus à multidão: «Ninguém pode vir a Mim, se o Pai, que Me enviou, não o trouxer; e Eu ressuscitá-lo-ei no último dia. Está escrito no livro dos Profetas: ‘Serão todos instruídos por Deus’. Todo aquele que ouve o Pai e recebe o seu ensino vem a Mim. Não porque alguém tenha visto o Pai; só Aquele que vem de junto de Deus viu o Pai. Em verdade, em verdade vos digo: Quem acredita tem a vida eterna. Eu sou o pão da vida. No deserto, os vossos pais comeram o maná e morreram. Mas este pão é o que desce do Céu, para que não morra quem dele comer. Eu sou o pão vivo que desceu do Céu. Quem comer deste pão viverá eternamente. E o pão que Eu hei-de dar é a minha carne que Eu darei pela vida do mundo».

Mensagem do Papa

Diz-nos o Papa Francisco na Mensagem para o Dia Mundial de Oração pelas Vocações:

A Igreja é a casa da misericórdia e também a «terra» onde a vocação germina, cresce e dá fruto. A Igreja é a mãe de vocações.

O chamado de Deus dá-se através da mediação comunitária. Deus chama-nos a fazer parte da Igreja e, depois de um certo amadurecimento nela, dá-nos uma vocação específica.

Reflexão

Jesus salienta que a iniciativa da salvação procede do Pai. Ninguém se faz discípulo de Jesus se não for designado por Deus seu Pai. João usa o termo “vem a Mim” para indicar o “acreditar”. E acreditar significa seguir Jesus. Seguir Jesus não é fruto de uma decisão autónoma e pessoal, mas do encontro com a pessoa de Jesus. É um acontecimento de graça, é um dom que vem de Deus.

Oração

Pai Santo, que a todos nos chamas: das casas e das famílias, das escolas e das paróquias, dos movimentos e dos grupos, para sermos um só corpo em Jesus Cristo e vivermos segundo o Espírito da verdade; faz de nós autênticos discípulos, no Matrimónio, no Sacerdócio, na Vida Consagrada, na missão e no serviço, ao encontro do outro para unificar a nossa existência e testemunhar a alegria e a beleza do Evangelho. Ámen.

Sexta feira | dia 15

Texto bíblico

Do Evangelho, segundo São João

«Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna; e Eu o ressuscitarei no último dia. A minha carne é verdadeira comida e o meu sangue é verdadeira bebida. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em Mim e Eu nele. Assim como o Pai, que vive, Me enviou e Eu vivo pelo Pai, também aquele que Me come viverá por Mim. Este é o pão que desceu do Céu; não é como o dos vossos pais, que o comeram e morreram: quem comer deste pão viverá eternamente».

Mensagem do Papa

Diz-nos o Papa Francisco na Mensagem para o Dia Mundial de Oração pelas Vocações:

“Dentre os agentes pastorais, revestem-se de particular relevância os sacerdotes. Por meio do seu ministério, torna-se presente a palavra de Jesus que disse: «Eu sou a porta das ovelhas (…). Eu sou o bom pastor».”

Reflexão

Os sacerdotes são quem, pelo ministério que exercem em nome da Igreja, oferecem à comunidade este alimento espiritual que fortalece e une a comunidade cristã ao amor de Deus vivido na Eucaristia.

Oração

Coloca, Senhor, na minha alma, a consciência da necessidade e a preocupação pela falta de sacerdotes para a nossa Igreja. Faz de mim um instrumento do teu chamamento.

Sábado | dia 16

Texto bíblico

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João

«Depois de O ouvirem, muitos dos seus discípulos disseram: «Que palavras insuportáveis! Quem pode entender isto?». Mas Jesus, sabendo no seu íntimo que os seus discípulos murmuravam a respeito disto, disse-lhes: «Isto escandaliza-vos? E se virdes o Filho do Homem subir para onde estava antes? É o Espírito quem dá a vida; a carne não vos serve de nada: as palavras que vos disse são espírito e são vida. Mas há alguns de vós que não crêem.» De facto, Jesus sabia, desde o princípio, quem eram os que não criam e também quem era aquele que o havia de entregar. E dizia: «Por isso é que Eu vos declarei que ninguém pode vir a mim, se isso não lhe for concedido pelo Pai.» A partir daí, muitos dos seus discípulos voltaram para trás e já não andavam com ele. Então, Jesus disse aos Doze: «Também vós quereis ir embora?» Respondeu-lhe Simão Pedro:« A quem iremos nós, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna! Por isso nós cremos e sabemos que Tu é que és o Santo de Deus.»

Mensagem do Papa

Diz-nos o Papa Francisco na Mensagem para o Dia Mundial de Oração pelas Vocações:

“A COMUNIDADE torna-se A CASA E A FAMÍLIA onde nasce a vocação. O vocacionado contempla, agradecido, esta mediação comunitária como elemento imprescindível para o seu futuro. Aprende a conhecer e a amar os irmãos e irmãs que percorrem caminhos diferentes do seu; e estes vínculos reforçam a comunhão em todos. (…) Peçamos ao Senhor que conceda, a todas as pessoas que estão a realizar um caminho vocacional, uma profunda adesão à Igreja; e que o Espírito Santo reforce, nos Pastores e em todos os cristãos, a comunhão, o discernimento e a paternidade ou maternidade espiritual».”

Reflexão

Alguns dos discípulos, estão decididos a abandonar Jesus e Ele questiona-os sobre a sua fé e incredulidade…Seguir Jesus e o caminho do Bem, não é fácil. É necessário, confiar sempre em Jesus, que nos chama e dá força para o seguir. Se queremos optar por uma vida em plenitude teremos de repetir, como S. Pedro: ”Senhor, a quem iremos? Só Tu, tens palavras de vida. Nós acreditamos em Ti, o Filho de Deus.

Oração

Obrigada, Senhor, pelo dom da comunidade cristã, onde aprendemos a conhecer-Te e amar-Te, a louvar-Te e a dar-Te graças na Eucaristia, onde Te fazes presente e nos alimentas para Te seguirmos, a Ti que és O Caminho, a Verdade e a Vida. Não nos deixes cair na tentação de nos envergonharmos de ser cristãos ou de Te deixarmos só porque seguir-Te é exigente mas, sustenta a nossa Fé com a Tua Palavra de Vida Eterna e mantém-nos firmes na nossa opção por Jesus.

Domingo | dia 17

Texto bíblico

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João

«As minhas ovelhas escutam a minha voz: Eu conheço-as e elas seguem-me. Dou-lhes a vida eterna, e nem elas hão-de perecer jamais, nem ninguém as arrancará da minha mão. O que o meu Pai me deu vale mais que tudo e ninguém o pode arrancar da mão do Pai. Eu e o Pai somos Um.»

Mensagem do Papa

Peçamos ao Senhor que conceda, a todas as pessoas que estão a realizar um caminho vocacional, uma profunda adesão à Igreja; e que o Espírito Santo reforce, nos Pastores e em todos os fiéis, a comunhão, o discernimento e a paternidade ou maternidade espiritual.

Reflexão

As palavras fortes que todo aquele que escuta e medita esta passagem do Evangelho são as seguintes: escutar a voz do Senhor Jesus (Bom Pastor), seguir o Pastor, dá a vida eterna, as ovelhas estão nas mãos (pertença) do Pastor: estão seguras, é dom do Pai e estão seguras nas mãos do Pai e, o Pastor e o Pai são Um só: união total. O que dizem estas palavras e como me sinto com tudo isto?

Esta passagem de hoje chama a nossa atenção sobre a escuta do voz do Pastor. Todos nós somos chamados escutar a voz do nosso bom Pastor e a segui-lO. Assim pertencemos a Ele e estamos mais seguros nas suas mãos. Estando nas mãos d’Ele, somos chamados a unir-nos por completo a Ele, como Ele está unido ao Seu Pai, com quem são Um só. Portanto entremos nesta união do Pai, do Filho e do Espírito Santo. E rezemos incessantemente pelos outros irmãos irmãs para que participem nesta união e comunhão da Santíssima Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo. Deste modo, sejamos todos membros do mesmo rebanho, cujo o bom Pastor é aquele que dá e garante a vida eterna. Por isso, cada pessoa é chamada a viver a vida na relação de constante comunhão e união com a Santíssima Trindade e com os outros irmãos e irmãs.

Oração

Testemunho de oração intercessora de S. Arnaldo Janssen, fundador das três Congregações missionárias (Missionários do Verbo Divino, Irmãs Missionárias Servas do Espírito Santo e Irmãs Missionárias Servas do Espírito Santo de Adoração Perpétua): Como Superior Geral quis que nas suas comunidades se rezasse, para que, mediante a oração, fossem imploradas as bênçãos divinas sobre as atividades e para a conservação do bom espírito na vida das comunidades. Assim, já nas primeiras edições do Pequeno Manual de Oração, intitulado Vademecum, se encontram belos textos de orações intercessoras, como por exemplo, “por todas as necessidades da Congregação e dos seus Superiores, especialmente pelo Superior Geral”; “por todos os missionários e pelos cristãos e catecúmenos das nossas missões”; “por todos os nossos confrades ausentes: abençoai-os, ó Senhor, nos seus trabalhos e protegei-os nas suas viagens, em todos os lugares e em todas as vicissitudes da vida”; “pelos candidatos ao estado sacerdotal e religioso…”. Assim acompanhavam, com a sua oração, especialmente com frequentes adorações noturnas ao Santíssimo Sacramento, a missão da China(…). Com os seus, e com a sua oração pessoal, Arnaldo Janssen implorava a bênção do Altíssimo em favor do seu trabalho e do trabalho dos seus, porque estava consciente da sua grande responsabilidade diante de Deus pela obra que lhe tinha sido confiada.”. Revelou-se assim como um  pai espiritual e pastor do rebanho a ele confiado.

(Proposta de oração da Comissão Episcopal Vocações e Ministérios)