Onde Diabo está Deus?

Onde Diabo está Deus?

Onde Diabo está Deus - capaInformações

Título: Onde Diabo está Deus?
Autor: Richard Leonard
Editora: Paulinas
Número de Páginas: 126
ISBN:   978-989-673-471-8
Ano de Publicação: 2015

 

 

Sinopse

«Onde Diabo está Deus? lê-se de um só fôlego. É difícil imaginar que se possa dizer isso acerca de um livro de teologia que aborda a questão milenar da bondade de Deus e da existência do sofrimento e do mal. Mas é verdade. Tocado pelo terrível acidente que deixou a sua querida irmã quadriplégica antes dos 30 anos, Richard Leonard aborda algumas das questões mais duras que esse sofrimento levanta. Cada capítulo força o leitor a reavaliar a imagem que tem de Deus. Leia este livro; ele poderá mudar a sua vida.» William A. Barry, SJ in Paulinas

Comentário

A partir de uma experiência pessoal e com algum humor, o autor apresenta-nos uma forma de o leitor explorar “por si próprio o mistério do sofrimento e descobrir um sentido pessoal no meio da sua dor, na companhia de Deus que sofre connosco”. Através de sete pressupostos que irão tentar responder à pergunta “Onde Diabo está Deus?” olhamos para um Deus que não vive alheado do nosso sofrimento, mas que nos acompanha, partilhado da nossa dor, encarnado a fim de participar na realidade humana.

Um livro que promete e pretende mudar as nossas vidas, faz com que olhemos para o sofrimento não como algo que nos é dado por Deus, mas algo em que “Cristo confronta-nos, desafia-nos e diz-nos que temos de carregar a nossa cruz e levar os nossos fardos, mas isso é muito diferente de afirmar que o Pai, o Filho e o Espírito nos enviam as cruzes e nos colocam os fardos às costas”. Desafia-nos, ainda, a entender e confrontarmo-nos com este Deus imutável (por muito que o imaginemos e desejemos de outra forma) que nos ama todos os dias, um Deus que se consome “amando-nos e salvando-nos a cada momento do dia.”

Facilmente caímos na tendência de culpabilizar ou justificar Deus como causa de tudo o que nos acontece. “Onde Diabo está Deus?” desconstrói alguns das aceções que temos de Deus a fim de nos confrontar com a verdadeira realidade do Seu amor.

Filipa Oliveira