Encontro Jovens Golegã

Encontro Jovens Golegã

No passado dia 21 de dezembro a paróquia da Golegã viveu a preparação do Natal de uma forma diferente. Um pequeno grupo de jovens da paróquia organizou atividades para diferentes faixas etárias, englobando paroquianos dos 6 aos 70 anos de idade.

A tarde foi passada em ambiente jovial com um peddy paper organizado para as crianças da catequese e onde se pretendeu mostrar através da presença de alguns dos jovens da paróquia o mistério que é um Deus que se fez menino para nos salvar. Pretendeu-se explicar às crianças, através de alguns jogos, o que é o Advento, partindo da Anunciação do Anjo a Nossa Senhora até ao Nascimento do Menino. Foi formado um segundo grupo de jovens que frequenta a catequese e que teve a possibilidade de ouvir alguns testemunhos de jovens da nossa diocese. Com jovens a falar para jovens, o grupo de cerca de trinta pré-adolescentes e adolescentes da paróquia da Golegã ouviu a importância que Deus tem na vida de jovens concretos que se encontram muito próximos deles e em que medida Deus é o “combustível” que faz as suas vidas avançarem.

A última atividade do dia foi um CaFé, uma conversa-tertúlia que pretendeu, através do testemunho de quatro jovens da diocese, apresentar novas linguagens de pastoral a uma faixa etária mais adulta da paróquia. Foi assim que durante cerca de duas horas, as várias gerações interagiram, debatendo-se questões como a presença dos jovens na Igreja e no mundo de hoje; a necessidade que os jovens de hoje têm de exemplos reais e próximos de cristandade, onde é necessário que sejamos rosto e manifestação viva de Cristo em nós. A pastoral como algo presente no nosso quotidiano e que é responsabilidade de todos, tal como refere o Papa Francisco na sua Exortação Apostólica A Alegria do Evangelho: “Hoje, que a Igreja deseja viver uma profunda renovação missionária, há uma forma de pregação que nos compete a todos como tarefa diária: é cada um levar o Evangelho às pessoas com quem se encontra, tanto aos mais íntimos como aos desconhecidos. É a pregação informal que se pode realizar durante uma conversa.”

Foi desta forma que os jovens da Golegã quiseram “cuidar do Homem” que os rodeia, alimentando-se num “cuidar da Fé” que é cada vez mais necessário e urgente nas paróquias. Foram jovens comuns que falaram para pessoas comuns, mas que acima de tudo tentaram mostrar como procuram incessantemente a Cristo e a uma fé autêntica.