Fé4Missão - Alcanede

Fé4Missão – Alcanede

O que é o Fé4Missão?

O Fé4Missão é um projeto da diocese de Santarém que já existe há 5 anos e já passou por São Vicente do Paúl, Vila Chã de Ourique, Muge e Granho, Olalhas e Alcanede.
No blog do projeto (http://fe4missao.blogspot.pt/) poderás conhecer melhor o projeto e ler as partilhas diárias deste e dos anos anteriores.
Abaixo o testemunho de uma jovem que participou pela segunda vez no Fé4Missão.

“Quem sou eu?
Ora bem, sou a lili linda e maravilhosa (mas só e apenas porque fui criada pelo Criador e porque Ele esmera-se sem igual em cada uma das suas criações ), tenho 26 anos e tenho andado por aí pelo mundo à descoberta, de mim, dos outros e de Deus.
Já foram várias as vezes que, ao contar algumas das minhas ‘aventuras’ me disseram:
“Ah! Então tu tens uma alma aventureira” ao que eu respondo de sorriso nos lábios, “Já é de família!”. Mas acontece que, não sendo mentira, tem dois sentidos e eu nunca o tinha percebido, e o segundo sentido é esta minha família que é bem maior que os meus pais, avós, primos/as, irmãs… Falo-vos desta família que se alarga e ganha outra dimensão e importância quando lhe chamo Igreja.
Mas o que estas pessoas, com quem me cruzo, não sabem é que mais aventureiro é aquele que independente do local onde está se bem-aventura na missão que Deus lhe confiou, que se despe das suas grandezas, medos e manias para dar lugar ao Pai que nos criou.
Muitas são as vezes em que decidimos complicar, em que transformamos o simples em complexo e, nesse momento, perdemos o mundo. Perdemos a possibilidade maravilhosa de ir em frente, mesmo que com medos e dúvidas mas de ir, na certeza de que nunca vamos sozinhos, na certeza de que haverá uma luz no caminho, na certeza de um amor que não tem fim.

 

Este é o segundo ano que faço o fé4missão e sinceramente não houve dúvidas nenhuma de que era em Alcanede que eu teria de estar nestes dias. E o que acontece é que, se por um lado a decisão de ir foi fácil por outro, cada dia, cada momento, cada pessoa com quem me cruzava, cada pequena missão que Deus me coloca no caminho dificultava um bocadinho, e porquê? Porque tenho medo, porque por vezes não me sinto preparada, porque tenho de aprender a confiar mais n’Ele e nas maravilhas que Ele fez e faz em mim. Talvez se passe o mesmo contigo…
Esta semana foi maravilhosa, foi indiscritivel, foi ter o coração a transbordar de tanto amor que damos e recebemos. Mas esta semana foi também aventura, foi aprender a ser um pouco mais radical neste Amor que nem sempre estamos dispostos a viver, foi uma semana de receios, desafios, dúvidas… mas foram também dias de transformação, em que as dúvidas se transformaram em confiança, em que os desafios foram ultrapassados com muito amor, e onde os receios me levaram à descoberta. Há muito ainda por crescer, há muito por descobrir e amar, mas sem dúvida que esta missão me marcou; por toda a entrega sentida em cada missionário, por cada sorriso e abraço, pelo acolhimento incansável de todos os habitantes de todas as ‘terrinhas’ por onde passámos, por cada momento de oração onde nos uníamos de modo especial a todos aqueles que não puderam estar fisicamente connosco mas que permaneceram toda a semana unidos a nós através do Pai.
Escrevo e partilho tudo isto com o desejo profundo de partilhar o que transborda do meu coração, partilhar o que não posso guardar só para mim por ser deveras grandioso e marcante.

Apercebi-me que quando apresentava o fé4missão, na maioria das vezes, falava na tentativa de ‘vendê-lo’, no desejo ardente de mostrá-lo como algo imperdível para o mais comum jovem dos dias de hoje, grande erro meu.
aconteceque o fé4missão não se vende!
fé4missão vive-se, partilha-se, dá-se e também recebe

E no final, o que fica?
Ficam os rostos de todos os que comigo partilharam esta semana, ficam as marcas de todo o amor que fui recebendo sem nada dar em troca, fica a alegria de sermos enviados e de sermos bem-aventurados por toda a nossa vida, mas em especial fica a marca de ser missionária, porque Felizes os Missionários, porque amam sem medida!

E tu, já pensaste em ser missionário/a?
Dá medo, mas quando és capaz de te entregar ao amor por inteiro a missão flui e já nem pensas, é Ele que pensa e simplesmente age através de ti e contigo <3″

 

Liliana Rodrigues