Vida digital

Vida digital

Informações

Publicação Original: Ditch de Label
Ano de Lançamento: 2017
Duração: 3:13 min

Comentário

Vivemos num tempo em que as redes sociais entraram em nossa casa de uma forma muito engraçada. Uns puxados pelos filhos, numa moda que não sabemos muito bem de onde veio, outros até pelos netos, mas hoje, quase todos temos Facebook, Twitter e, até, Instagram. Mas hoje, os vários convites a outras dimensões virtuais, onde a relação interpessoal, direta e real parece escondida atrás de meros monitores e levam-nos, desde logo, a uma prisão livre, disfarçada em liberdade, sem que não se dê bem por isso.

Então perguntas-me: “É tudo mau? Mas e aqueles amigos que estão a quilómetros e de quem consigo ter notícias pela net? E aqueles com quem consigo contactar no “chat” do Facebook? E os “Tweets” do Papa? E aquela tua possibilidade de partilhares a tua fé ou estes teus desvarios num blog ou no mural do teu Facebook? Ah… Afinal também usas o Facebook…”. Sim, tens razão, nem tudo é mau… Cabe a cada um discernir!

Por isso e porque é Quaresma, porque não voltarmos a centrar-nos no essencial? Como certo jovem de Assis, que, por sinal, a Igreja canonizou. Porque há oito séculos que se percebeu esta necessidade de redescobrir o essencial da vida, de redescobrir Deus e o outro. Hoje, é necessário voltar a dar este passo! Não apenas para O partilhar no Facebook em frases feitas, historietas moralistas ou em fotos de férias conjuntas, num intervalo de uns snaps ou de uns posts no Instagram. Caso contrário, correremos o risco de fingirmos estar felizes ou de “caçar likes” nas redes sociais sem acreditarmos verdadeiramente em nada do que partilhamos. Coisas plásticas que um dia a nossa memória fará questão de colocar no Ecoponto…

https://www.facebook.com/DitchtheLabel/videos/10154097367221008/